quinta-feira, julho 31, 2008

SOLIDARIEDADE ANIMAL

 

Fonte: http://tools.folha.com.br/print?site=emcimadahora&url=http%3A%2F%2Fwww1.folha.uol.com.br%2Ffolha%2Fbichos%2Fult10006u428140.shtml

31/07/2008 - 11h39
Golden retriever adota tigres brancos rejeitados pela mãe
(da Associated Press, em Caney (Kansas)com Folha Online)

Uma cadela de um zoológico no Kansas (EUA) adotou três filhotes de tigre branco abandonados pela mãe.

Rob Morgan/AP

Golden Retriever Isabella amamenta e acaricia os três filhotes de tigre branco que foram rejeitados pela mãe em zôo dos EUA

Tom Harvey, proprietário do Safari Zoological Park, especializado em animais em risco de extinção, afirma que os tigres nasceram no domingo (27), mas a fêmea apresentou problemas para se relacionar com eles.

Um dia após o parto, a tigresa parou de cuidar dos filhotes, que passaram a perambular pela jaula sem ganhar a atenção da mãe. Eles foram então colocados em contato com a cachorra Isabella, que deu à luz recentemente.

Além de amamentar o trio, a cadela lambe cada um dos pequenos tigres, para limpá-los e acariciá-los. Filhotes de cães levam mais ou menos o mesmo tempo que filhotes de tigres para se desenvolver, diz Harvey.

O Safari Zoological Park existe desde 1989 e possui leopardos, leões, pumas, babuínos, lêmures, ursos e outros animais. Atualmente, moram lá sete tigres brancos e dois comuns, de coloração alaranjada.
Posted by Picasa

terça-feira, julho 15, 2008

PARQUE NACIONAL DAS EMAS (CERRADO)

video

Fonte: YouTube.

CERRADO

video

Fonte: YouTube.

O ÚLTIMO DISCURSO DE "O GRANDE DITADOR" (CHARLES CHAPLIN,1940)

video
Fonte: YouTube.

O filme "O GRANDE DITADOR", de 1940, foi o primeiro filme falado de Charles Chaplin, cujo clímax é o discurso final, um triunfo da razão sobre o militarismo.

A tradução do discurso foi obtido na internet e encontra-se reproduzido abaixo:

"Desculpe!
Não é esse o meu ofício.
Não pretendo governar ou conquistar quem quer que seja.
Gostaria de ajudar - se possível -
judeus, o gentio ... negros ... brancos.


Todos nós desejamos ajudar uns aos outros.
Os seres humanos são assim.
Desejamos viver para a felicidade do próximo -
não para o seu infortúnio.
Por que havemos de odiar ou desprezar uns aos outros?
Neste mundo há espaço para todos.
A terra, que é boa e rica,
pode prover todas as nossas necessidades.


O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos.
A cobiça envenenou a alma do homem ...
levantou no mundo as muralhas do ódio ...
e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e os morticínios.
Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela.
A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis.
Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.
Mais do que máquinas, precisamos de humanidade.
Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura.
Sem essas duas virtudes,
a vida será de violência e tudo será perdido.


A aviação e o rádio aproximaram-se muito mais. A próxima natureza dessas coisas é um apelo eloqüente à bondade do homem ... um apelo à fraternidade universal ... à união de todos nós. Neste mesmo instante a minha voz chega a milhões de pessoas pelo mundo afora ... milhões de desesperados, homens, mulheres, criancinhas ... vítimas de um sistema que tortura seres humanos e encarcera inocentes.
Aos que me podem ouvir eu digo: "Não desespereis!" A desgraça que tem caído sobre nós não é mais do que o produto da cobiça em agonia ... da amargura de homens que temem o avanço do progresso humano.
Os homens que odeiam desaparecerão, os ditadores sucumbem e o poder que do povo arrebataram há de retornar ao povo.
E assim, enquanto morrem os homens,
a liberdade nunca perecerá.


Soldados! Não vos entregueis a esses brutais ... que vos desprezam ... que vos escravizam ... que arregimentam as vossas vidas ... que ditam os vossos atos, as vossas idéias e os vossos sentimentos! Que vos fazem marchar no mesmo passo, que vos submetem a uma alimentação regrada, que vos tratam como um gado humano e que vos utilizam como carne para canhão! Não sois máquina! Homens é que sois! E com o amor da humanidade em vossas almas! Não odieis! Só odeiam os que não se fazem amar ... os que não se fazem amar e os inumanos.


Soldados! Não batalheis pela escravidão! lutai pela liberdade!
No décimo sétimo capítulo de São Lucas é escrito que o Reino de Deus está dentro do homem - não de um só homem ou um grupo de homens, mas dos homens todos! Estás em vós!
Vós, o povo, tendes o poder - o poder de criar máquinas.
O poder de criar felicidade!
Vós, o povo, tendes o poder de tornar esta vida livre e bela ...
de fazê-la uma aventura maravilhosa.
Portanto - em nome da democracia - usemos desse poder, unamo-nos todos nós. Lutemos por um mundo novo ...
um mundo bom que a todos assegure o ensejo de trabalho,
que dê futuro à mocidade e segurança à velhice.


É pela promessa de tais coisas que desalmados têm subido ao poder. Mas, só mistificam! Não cumprem o que prometem. Jamais o cumprirão! Os ditadores liberam-se, porém escravizam o povo. Lutemos agora para libertar o mundo, abater as fronteiras nacionais, dar fim à ganância, ao ódio e à prepotência. Lutemos por um mundo de razão, um mundo em que a ciência e o progresso conduzam à ventura de todos nós.
Soldados, em nome da democracia, unamo-nos.


Hannah, estás me ouvindo? Onde te encontres, levanta os olhos! Vês, Hannah? O sol vai rompendo as nuvens que se dispersam! Estamos saindo da treva para a luz! Vamos entrando num mundo novo - um mundo melhor, em que os homens estarão acima da cobiça, do ódio e da brutalidade. Ergues os olhos, Hannah! A alma do homem ganhou asas e afinal começa a voar. Voa para o arco-íris, para a luz da esperança.
Ergue os olhos, Hannah!"

Ergue os olhos!

LEÕES BRANCOS

 

 


O zoológico de Schloss-Holte Stukenbrock, na Alemanha, está comemorando um evento duplamente raro: duas leoas brancas deram à luz simultaneamente, de forma que o parque agora abriga sete filhotes de pelagem branca. O aspecto único dos bichos se deve a um gene recessivo, resultado de uma mutação natural. Não existem mais leões brancos na natureza, embora haja algumas centenas de representantes da variedade em cativeiro no mundo. Três dos bebês foram rejeitados pela mãe e estão sendo alimentados com mamadeiras.

Fonte: Agência Reuters, reproduzido na página http://www.g1.globo.com, em 14.jul.2008.
Posted by Picasa

sexta-feira, julho 11, 2008

LUGAR DE ANIMAL SILVESTRE É NO SEU HABITAT

video
Fonte: YouTube.
Colaboração: Werner Ximendes Beck.

A cena é do filme "O Circo", de Charles Chaplin, datado de 1928. Trata-se de um dos filmes mais populares de Chaplin, onde Carlitos, confundido com um ladrão, se refugia no circo e se torna na atração principal, sendo explorado pelo dono da companhia circense.
Embora o filme seja uma obra-prima, ele retrata o uso de animais em espetáculos circenses.
Os animais também sofrem, sentem dor, portanto, o lugar deles é no seu habitat natural.